faça sua pesquisa

segunda-feira, 22 de junho de 2015

MERECE REFLEXÃO

A expansão do mal se deve à omissão dos bons, afirmaram os Espíritos Superiores a Allan Kardec. Artigo que me foi enviado recentemente reproduzia a experiência de um homem da comunicação que, no início dos anos 80, recepcionando um empresário canadense em sua casa para tratar de negócios, teve a atenção chamada enquanto repassavam pontos de um projeto que cumpririam juntos para o fato de ter esquecido a televisão ligada em canal de pornografia. Surpreso, o anfitrião disse que não assistia a tais programas, dizendo tratar-se de canal da chamada TV aberta e que o programa que estava sendo apresentado chamava-se “COQUETEL”, ouvindo do visitante que um País que apresentava aquele conteúdo livremente em horário (22 horas) acessível a crianças e adolescentes, não tinha futuro. Seu País priorizava a educação nas grades de programação e não material como aquele, que sabidamente influenciaria negativamente aos que os assistissem. Noticiários recentes veicularam como se fosse um grande feito – ou desesperada tentativa – a ampliação da presença de programas explorando a criminalidade para o sétimo dia da semana em horário chamado nobre, como se isso fosse algo extraordinário. Em abril de 2010, surgiu através do médium Divaldo Pereira Franco mais um livro do lúcido Espírito Manoel Philomeno de Miranda: TRANSIÇÃO PLANETÁRIA. Nele, no capítulo seis, o autor reproduz o comentário de um Benfeitor Espiritual, em que este diz: -“Não são poucos, no campo das comunicações, na Terra, os decantados multiplicadores de opinião, que sintonizam com as entidades bestializadas, que os submetem ao talante das suas aberrações, durante largos períodos de desdobramento pelo sono fisiológico, imprimindo profundamente no cerne do Ser de cada um, a devassidão, o desvario, a degradação moral. Retornando ao corpo somático, recordam-se das experiências viciosas em que se comprazem e estimulam os seus aficionados, cada vez mais, à luxúria, ao sexo açodado pelas drogas alucinógenas, pelo álcool, pelas substâncias farmacêuticas estimulantes. Não seja de surpreender a debandada das gerações novas para as músicas de sentido infeliz, nos salões de procedência primária e sensualidade, onde a perversão dos sentimentos é a tônica, e o estímulo violência, à rebeldia, à agressividade constitui   panorama da revolta, afinal contra o que?”. Em agosto do mesmo ano, através do médium Waldemar De Marchi, o Espírito Irmão Virgílio transpôs para nossa Dimensão o livro O SÉTIMO SELO (petit), desenvolvendo a mesma temática das mudanças profundas que se operam na Humanidade presente no Planeta Terra, tanto no Plano Material, como no Invisível. Chama atenção a quantidade de informações oferecendo exemplos e ponderações sobre este momento. Num certo trecho, um Instrutor chamado Ulisses observa: -“Existe uma grande preocupação das hostes espirituais superiores a respeito da atuação maciça das forças das Trevas” e, em outro: -“Nossa preocupação se estende aos irmãos que ignoram os alertas dos Bons Espíritos e se comprazem na sintonia vibratória negativa do ódio, do rancor, da maldade, da brutalidade, da avareza, do egoísmo, da vaidade exacerbada, da preguiça, do comodismo, e do sexo promíscuo e primitivo. São ondas vibratórias pesadas e vigorosas, alimentadas pelas forças das trevas que circundam o Planeta, envolvendo a todos que vibram nessa sintonia perigosa”. Mais à frente vaticina: -“Grande parte da Humanidade que vibra na sintonia do mal será arrastada para o abismo de forma indelével, como o imã atrai o ferro. É a Lei da Sintonia Vibratória, pela qual semelhante atrai semelhante em virtude do sentimento que vibra em cada alma, em cada coração, e assim deverá se cumprir uma etapa evolutiva da Humanidade terrestre”. Noutra parte do livro um ex-professor do Autor Espiritual do livro, comenta: -“A educação é o princípio do Bem e da estrutura moral. Por outro lado, a falta da educação torna os caminhos muito estreitos, diminui as possibilidades e alternativas e escancara as portas para as vias tortuosas do mal. É triste constatar que nosso querido Brasil ainda está distante de atitudes firmes e serenas que possam proporcionar escolas e ensino às nossas crianças que residem em locais muito pobres e distantes de nosso País, onde se encontram nossos irmãos brasileiros esquecidos dos políticos corruptos, que se importam apenas com as reeleições e a manutenção dos favores à parentela e aos amigos mais chegados. Um dia, quem sabe não muito distante, quando, no vendaval da renovação da grande transição, os políticos corruptos e inescrupulosos já tiverem sido varridos do nosso planeta, haverá de surgir uma Nova Era”. Passaram-se cinco anos, os livros ficaram esquecidos nos catálogos das editoras, sumiram das livrarias, todavia, as palavras continuam atuais.


2 comentários:

  1. Linda mensagem! falou com discernimento, mostrando o que nós ingerimos através dos meios de comunicação, e dos descasos políticos, afetando àqueles mais pobres, que são manipulados a acreditarem no que é dito, pelos meios de comunicação e pelos políticos corruptos. Enfim um dia haveremos de ver estes tronos caírem, quando a boa nova se instalar na terra.

    ResponderExcluir
  2. Que legal. A Partir de "TRANSIÇÃO PLANETÁRIA"

    ResponderExcluir