faça sua pesquisa

Carregando...

terça-feira, 27 de setembro de 2016

A TERRA E DEUS: APRENDIZADOS

A Espiritualidade através de Chico Xavier prodigalizou ao longo dos anos preciosos ensinamentos capazes de levar-nos a reflexões mais profundas sobre temas importantes. Recolhemos de depoimentos, dois exemplos eloquentes. O primeiro envolve o inesquecível José Gonçalves Pereira que, no início dos anos 60, abdicou de promissora carreira em empresa multinacional em que trabalhava para materializar na capital paulista o ideal da Casa Transitória Fabiano de Cristo, enquanto esteve encarnado um modelo em várias modalidades de Serviço Assistencial aos menos favorecidos. Conta ele: -“Estávamos certa madrugada em Pedro Leopoldo, Minas Gerais,  entre os pés dos eucaliptos, quando um grupo de estudo de Astronomia estava examinando as estrelas e a Lua. Alguns companheiros começaram a comentar que somente a Terra era um plano habitado. Adentrávamos a madrugada com esse comentário, quando compareceu o Espírito de André Luiz e através de Chico Xavier comentou:- “Observando seus comentários que somente a Terra tem condições de ser habitada, achei conveniente mencionar aos nossos irmãos que essas opiniões podem ser esclarecidas e, para isto, imaginemos o Oceano Pacifico, como o é, o maior da Terra e, joguemos uma laranja em seu meio, comparando, como se a laranja fosse do tamanho da Terra, o Oceano o Infinito e nós, seus habitantes. Pergunto, como ficaria o resto? Consideremos portanto o ensinamento de Jesus quando nos disse: “Há muitas moradas na casa de meu pai”. O segundo relato pertence ao próprio médium excepcional. Segundo ele, ‘certa feita, indagando de Emmanuel qual a posição de Deus no Sistema Solar, ele me respondeu que ficasse, a respeito de Deus, com a expressão do PAI NOSSO dita por Jesus e não perguntasse muito, porque eu não tinha mente capaz de entrar no domínio desses conhecimentos com a segurança precisa.  Eu insisti e ele então desdobrou um painel à minha vista, num fenômeno mediúnico.  Apareceu então a Terra na comunidade dos mundos do nosso Sistema evolutivo em torno do Sol.  O nosso Sol, depois, em outra face do painel, evoluindo para a Constelação que se não me engano, é chamada de Centauro. Depois, essa constelação, arrastando o nosso Sistema e outros, evoluía em direção a outra Constelação que já não tinha nome na minha cabeça.  Essa outra Constelação avançava para outra muito maior dentro da nossa Galáxia. Depois, apareceu a nossa Galáxia, imensa, como se uma lente de alta potencialidade estivesse entre os meus olhos e o painel. E a nossa Galáxia evoluía com outras Galáxias em torno de uma Nebulosa enorme e que Emmanuel me disse que passava a evoluir, em torno de outras nebulosas. Então, a minha cabeça ficou cansada e eu pedi para voltar, como se tivesse saído de um foguete da Terra e me perdesse pelo Espaço a fora e sentisse uma vontade louca de voltar a ser gente e ficar outra vez no meu lugar.  Porque tudo está dentro da ordem Divina. Cada Mundo, cada Sistema, cada Galáxia, orientados por Inteligências Divinas, e Deus para lá disso tudo, sem que possamos fazer-lhe uma definição. Senti uma vontade enorme de voltar para a minha cama e tomar café quente!’.